A Bora e a sustentabilidade

Um fim que olha a meios

Vemos a sustentabilidade como um meio e não como um fim, como algo que nos orienta na criação de projectos que resistem ao teste do tempo.

Gostamos de trabalhar marcas com as quais partilhamos uma visão ética sobre o Mundo, contribuindo para a educação ambiental das novas gerações, a conservação do planeta e o comércio justo.
Da gestão do dia a dia até à definição de uma estratégia de marketing ou à elaboração de relatórios de sustentabilidade temos como premissa a sustentabilidade das práticas, dos processos e dos meios.

A Natureza inspira-nos

Diversas espécies de animais têm sistemas complexos de auto-organização e de adaptação ao meio. Cada um sabe exactamente o seu papel e todos cuidam do todo. O que podemos aprender?

sistemas de organização

Uma ferramenta diária que está à nossa disposição e que podemos transpor para a realidade de cada projecto, de cada marca.

formas de comunicação

Há seres vivos que comunicam de forma mais eficaz sem a nossa capacidade de ouvir. Há quem diga que temos este mesmo potencial, como utilizá-lo?

capacidade de cuidar daquilo que é seu

As plantas e os animais cuidam do planeta por conhecerem a sua estreita interdependência. E nós, estamos a fazer o mesmo?

Cabe a cada um de nós envolvermo-nos para
podermos em conjunto reverter esta situação.

Nós BORA escolhemos o Planeta.

O Plástico é feito para durar centenas de anos para produtos que duram apenas minutos.
Cerca de 97% dos plásticos algum dia produzidos ainda existem.
30% a 50% de todos as espécies de animais selvagens ficarão extintas até 2050
No Rio Douro a quantidade de plástico existente já é superior à de peixe
97% dos alimentos testados na União Europeia têm vestígios de pesticidas.
O mundo existe há 4,5 biliões de anos e as primeiras representações de vida humana existiram há 140 mil anos. Se condensássemos a existência do Planeta Terra em 24 horas, a humanidade só estaria cá há 3 segundos.  E o que fizemos nós em 3 segundos?